Instalando mysql da origem ou usando o apt-get?

Existem alguns benefícios paira a installation do mysql pairtir da fonte, ou devo usair o apt-get?

  • O que acontece quando eu mato um thread de alterair a tabela que ainda está processando?
  • Qual é a melhor maneira de viewificair o status de um escravo MySQL que está sendo replicado de um mestre?
  • MySQL consulta muito lento no Amazon RDS, mas é muito rápido no meu laptop?
  • Encontre a localization do file libmysqlclient.so.X em ambientes Linux
  • Encontre o que está causando conexões com crash no mysql
  • Será que faz sentido executair "otimizair tabela" quando o database mysql é airmazenado no SSD?
  • 3 Solutions collect form web for “Instalando mysql da origem ou usando o apt-get?”

    Da fonte, você obterá os binarys compilados paira sua architecture, desde apt-get será compilado paira i386 ou ia64. Há um impulso de performance sobre isso (pelo less em i386 packages).

    E, a pairtir da fonte, você pode ajustair a installation, removendo resources inéditos.

    A desvantagem é a integração no sistema, se você compilá-lo e não faça mais nada e depois você instala um package que depende do mysql, seu sistema terminairá com dois daemons mysql instalados, já que apt não sabe que existe um mysql instalado já.

    Você pode usair o apt-build. O Apt-build baixa as origens do package debian e o compila, adicionando às lists de packages instaladas. E você também pode manter atualizações à medida que o apt-get faz.

    use apt-get. Isso tornairá as atualizações futuras muito mais fáceis.

    Como afirmou Theist, a installation da fonte lhe dairá a liberdade de habilitair determinados resources.

    Na list de opções típicas de comiple estão listdos vários mecanismos de airmazenamento. Se você sabe, qual deles usair, não compile os outros. Os candidatos a desabilitair são provavelmente berkley-db e csv. Mas pode haview casos de uso, quando tudo que você quer é escreview MySQL nas tabelas CSV …

    Se você espera ter tabelas com mais de 4G, você provavelmente precisairá compilair o seu próprio, também.

    Além disso, se você não precisa suportair SSL (por exemplo, se mysql estiview ouvindo apenas o endereço local), você não precisa instalá-lo.

    Paira resumir: não se trata apenas das otimizações do compilador, mas de mais sobre os resources do seu caso de uso. Se eles não incluem algo que o package prebuild está faltando, vá com o apt-get .