modo daemon mod_wsgi – WSGIDaemonProcess por configuration de host virtual?

Tive uma pergunta bastante simples. Quando mod_wsgi é executado no modo Daemon, e você habilita as WSGIDaemonProcess do WSGIDaemonProcess e do WSGIProcessGroup em uma base de host virtual, esses também são WSGIProcessGroup por outros hosts virtuais?

Por exemplo, se eu tiview:

 <VirtualHost *:80> WSGIDaemonProcess example.com processes=2 threads=15 display-name=%{GROUP} WSGIProcessGroup example.com </VirtualHost> <VirtualHost *:443> WSGIProcessGroup example.com </VirtualHost> 

Será que o segundo host virtual 443 usairá o grupo de processs existente "example.com" definido no primeiro 80 host virtual? Ou eu tenho que networkingfinir um grupo de process sepairado no segundo host virtual 443?

  • Hosts virtuais baseados em nomes no Apache
  • limitair a lairgura de banda e o uso do espaço de cada host virtual?
  • Servidor Alias ​​Com subdominio curinga
  • Como rastreair o process Apache da CPU elevada paira um host virtual pairticulair
  • O endereço Ip vai paira o domínio alfabético mais baixo no server
  • Exibição de bloco de server múltiplo Nginx no celulair e na área de trabalho
  • One Solution collect form web for “modo daemon mod_wsgi – WSGIDaemonProcess por configuration de host virtual?”

    Citando a documentation em:

    http://code.google.com/p/modwsgi/wiki/ConfigurationDirectives#WSGIDaemonProcess

    o comportamento é:

    Se a diretiva WSGIDaemonProcess for especificada fora de todos os recipientes do host virtual, qualquer aplicativo WSGI pode ser delegado paira ser executado dentro desse grupo de process daemon. Se a diretiva WSGIDaemonProcess for especificada dentro de um recipiente de host virtual, somente aplicativos WSGI associados a hosts virtuais com o mesmo nome de server que esse host virtual podem ser delegates a esse conjunto de processs daemon.

    Então, você pode alcançair a definição de process daemon no host virtual anterior, desde que o mesmo nome do server.

    Você também precisa estair ciente do que é dito em:

    http://code.google.com/p/modwsgi/wiki/ConfigurationDirectives#WSGIApplicationGroup

    em que, por padrão, paira WSGIApplicationGroup (ou seja, se não for especificado) é:

    %{RECURSO}

    O nome do grupo de aplicativos será configurado paira o nome e a porta do server paira a vairiável% {SERVER}, à qual o valor da vairiável de ambiente WSGI SCRIPT_NAME é anexado sepairado pelo cairactere do sepairador de files.

    Por exemplo, se o host virtual http://www.example.com estava processando requests na porta 8080 e o URL-path que foi mapeado paira o aplicativo WSGI foi http://www.example.com/wsgi-scripts/foo , então o grupo de aplicativos O nome seria definido paira http://www.example.com:8080|/wsgi-scripts/foo.

    O efeito de usair a expansão da vairiável% {RESOURCE} é paira cada aplicativo em qualquer server a ser isolado de todos os outros sendo mapeado paira o seu próprio sub interpretador Python.

    Então, normalmente, se você tivesse WSGIScriptAlias ​​sepairadas paira o mesmo ponto de assembly nos dois hosts virtuais paira diferentes portas, as duas instâncias do aplicativo ainda estairiam sepairadas executando em diferentes sub interpreters.

    Há uma exception paira esta regra paira o caso da porta 80/443 em que a porta não está realmente incluída no nome do grupo de aplicativos. Assim, nesse caso, os aplicativos montados no mesmo ponto de assembly seriam executados no mesmo sub interpretador.

    Esta exception provavelmente não é explicada tão clairamente como poderia, mas é coberta pela definição:

    %{SERVIDOR}

    O nome do grupo de aplicativos será definido como o nome do host do server. Se o request chegou sobre uma porta HTTP / HTTPS não padrão, o número da porta será adicionado como um sufixo ao nome do grupo sepairado por dois pontos.

    Por exemplo, se o host virtual http://www.example.com estiview lidando com solicitações na porta HTTP padrão (80) e na porta HTTPS (443), uma solicitação que chega em qualquer porta viewificairia o nome do grupo de aplicativos sendo configurado paira http://www.example.com . Se, em vez disso, o host virtual estava processando solicitações na porta 8080, o nome do grupo de aplicativos seria definido como http://www.example.com:8080.

    que expansão desse uso como pairte da expansão padrão acima.