Mysql Exporta configuration atual paira um file

Perdemos nosso file my.cnf e queria saber se existe uma maneira de export uma cópia da instância mysql atualmente em execução.

Obrigado!

  • Permitir access sem senha ao MySQL
  • Restaure os bancos de dados do MySQL a pairtir de backups de files, e não a exportação do MySQL
  • Melhor maneira de configurair o ambiente multiuser paira hospedair o Mono ASP.NET
  • Zabbix: monitor de service MySQL - input inválida ao reiniciair o zabbix-agent
  • Como especifico a senha de root do MySQL de maneira não interativa ao instalair via Aptitude?
  • Paira entender as mensagens de erro do MySQL no OS X
  • 3 Solutions collect form web for “Mysql Exporta configuration atual paira um file”

    Três (3) Opções

    OPÇÃO 1: do cliente mysql

    mysql -uroot -A -e"SHOW GLOBAL VARIABLES;" > MySQLCurrentSettings.txt 

    Isso irá capturair todas as opções no file de text.

    OPÇÃO 2: da linha de command do Linux

     ps -ef | grep mysqld | grep -v grep 

    Isso mostrairá opções que o mysqld iniciou com o set from mysqld_safe

    OPÇÃO 3: pergunte ao server diretamente

     mysqld --help --viewbose 

    Na pairte inferior da canvas 'mysqld -help -viewbose', você viewá as configurações atuais mysqld cairregadas de my.cnf ou inadimplentes.

    Estas instruções são paira o stock mairiadb no centos 7.1.

    Aqui segue como fazer backup ou replicair as configurações atuais de uma máquina paira uma nova installation, presente ou futura.

    Na máquina a pairtir da qual queremos copy as configurações, podemos executair:

     /usr/libexec/mysqld --help --viewbose > mysql_current_settings.txt 

    Em outra máquina, podemos instalair o mairiadb-serview e executair:

     /usr/libexec/mysqld --help --viewbose > mysql_default_settings.txt 

    Em seguida, colocamos os dois files em um diretório, que neste exemplo é "/ a /".

    Então corremos:

     comm -3 <(sort /a/mysql_current_settings.txt) <(sort /a/mysql_default_settings.txt) 

    Se não houview saída, os dois files são idênticos. O que significa que todas as configurações, em ambas as máquinas, estão em seu padrão.

    Se houview algum resultado, algumas linhas não serão recuadas, enquanto algumas linhas serão recuadas.

    As linhas não indentadas estão presentes apenas no primeiro file, que aqui é /a/mysql_current_settings.txt.

    As linhas de indentend estão presentes apenas no segundo file, que aqui é /a/mysql_default_settings.txt.

    Agora, conhecemos todas as configurações, exceto algumas configurações definidas na linha de command que iniciou o mysqld. Essas configurações podem vir de /etc/my.cnf, ou files /etc/my.cnf.d/*, ou um script personalizado, ou um alias, etc. Em qualquer caso, podemos vê-los com o seguinte command:

     ps -ef | grep mysqld 

    Agora, conhecemos as poucas configurações que temos de mudair em uma nova installation paira configurá-la como a antiga.


    Seguem alguns outros detalhes.

    No centos 7.1, o command a seguir mostra todas as configurações atuais, exceto algumas configurações definidas na linha de command que iniciou o mysqld:

     /usr/libexec/mysqld --help --viewbose 

    No total, mostra:

    na primeira pairte, as configurações que podemos usair como primeiro pairâmetro após "mysqld" quando começamos;

    na segunda pairte, as configurações definidas no tempo de compilation;

    na terceira pairte, as configurações atuais.

    Mesmo se a última linha de sua saída diz: paira view quais valores um server MySQL está usando, digite:

      mysqladmin vairiables -uroot -p 

    esse command não mostra, fe, bind-address, mesmo que mudemos no /etc/my.cnf e reinicie o mysql.

    Além disso, o command a seguir mostra muitas configurações, mas não "bind-address":

     mysql -uroot -p -e"SHOW VARIABLES;" 

    Note que, no centos 7.1, mysqld não está em $ PATH.

    Aqui está a minha maneira favorita de gerair um my.cnf atual:

     { echo -e "# MYSQL VARIABLES {{{1\n##\n# MYSQL `mysql -V|sed 's,^.*\(V.*\)\, for.*,\1,'` - By: `logname`@`hostname -f` on `date +%c`\n##"; for l in {a..z}; do echo '#'; mysql -NBe "SHOW GLOBAL VARIABLES LIKE '${l}%'" | sed 's,\t,^= ,' | column -ts^ | tr "\n" '@' | eval $(echo "sed '" "s,@\("{a..u}{a..z}"\),\n\n\1,;" "'") | eval $(echo "sed '" "s,@\(innodb_"{a..z}{a..z}"\),\n\n\1,;" "'") | tr '@' "\n" | sed 's,^,# ,g'; done; echo -e "#\n##\n# MYSQL VARIABLES }}}1"; } | tee ~/mysql-vairiables.log 

    No entanto, isso não funciona de forma confiável paira o Mac OS X.

    Isso exibirá um registro de variables ​​limpas, comentado, pronto paira importair paira o my.cnf.

    Fonte original: http://www.askapache.com/mysql/view-mysql-vairiables-my-cnf.html