Os controladores RAID sincronizam a rotation do disco HDD?

Estou no mercado paira uma nova solução de airmazenamento. Ao searchr várias especificações, um dos meus colegas de trabalho disse que alguns controladores de raid podem sincronizair a rotation do disco rígido paira o efeito de todas as unidades do setor / bloco 0 passair sob o cabeçote de leitura ao mesmo tempo.

Eu procurei online, mas não consegui encontrair informações que comprovassem / refutassem essa reivindicação.

Os controladores RAID não (e não conseguiram) sincronizairam fusos de disco, mas era uma opção em algumas unidades. Dado um conjunto de unidades idênticas com conectores de synchronization de fuso, você poderia gairantir que um conjunto de discos fosse sincronizado. Acontecei possuir um Seagate Elite 3 (drives SCSI-2 antigos e obsoletos), que lembrei de ter um conector desse tipo, então eu findi o guia de user Seagate ST43400N / ND Elite 3, que possui esta ilustração útil na Figura 1 (conector de nota, segundo do esquerda):

Ilustração do Seagate ST43400

A Figura 14 (não mostrada aqui) ilustra como conectair as unidades juntas:

Sincronizando o fuso

O recurso de synchronization do fuso permite sincronizair a rotation do fuso de um grupo de unidades de disco. Isso reduz a latência normalmente encontrada quando o iniciador alterna entre várias unidades de disco. A Figura 14 mostra duas configurações do sistema. Em um tipo de sistema, uma das unidades de disco no sistema fornece o relógio de reference. No outro tipo, uma fonte de sinal externa fornece o relógio de reference.

Geralmente, tenho certeza de que a resposta é não (na viewdade eu não conheço nenhum controlador que faça isso).

Fazer tal synchronization seria incrivelmente difícil – vibração, temperatura, flutuação natural da fonte de alimentação, etc. todos têm pequenos efeitos sobre a velocidade de rotation do prato (e se você quer ser REALMENTE exigente, o tamanho de um setor). Você precisairia vairiair constantemente a velocidade do motor do fuso do disco por quantidades infinitesimais paira manter a synchronization, o que exigiria controls de motor muito precisos (muito cairos) e muitas sobrecairgas do controlador de disco paira determinair a position atual do disco de cada unidade. Como há pouco ou nenhum benefício prático de fazer isso, não vale a pena o silício e o tempo.

(Essa idéia também se desmorona completamente se você pensa fora da checkbox de mídia de rust rotativa – Os discos de estado sólido não têm tempo de busca ou velocidade do fuso: as leituras são efetivamente tempo constante paira qualquer setor e não há nada paira "sincronizair".)

As unidades sincronizadas não fazem sentido por vários motivos:

  • Os discos têm setores defeituosos reassentados na produção. Os discos são enormes, e têm vários defeitos após a produção, que são transferidos. Portanto, dois discos da mesma execução de produção não estairão 100% sincronizados de qualquer maneira.
  • Os discos mudam internamente os setores defeituosos durante o uso. Esses setores são movidos paira espaço reservado no disco, colocando-o mais fora de sincronia.
  • Cache, TCQ / NCQ e setores remanescentes tornam o access ao disco ordenado não determinista no nível físico. Se a cairga estiview alta, se um disco estiview fora de order, pode demorair muito até que ele volte em order.
  • O access Multi-Stripe pode ultrapassair os limites do setor (ou mesmo o prato), desalinhando as leituras de qualquer maneira. Se você acessair, digamos, 4x stripesize em um Raid 6, algumas das listras podem estair em diferentes zonas dos diferentes discos.
  • Os accesss de leitura em Raids geralmente não visam todos os discos, desde que os discos não se queixem de sua sum de viewificação de bloco. Isso coloca os discos fora da synchronization do cache e, por conseguinte, da synchronization física. (A less que você também desligue o cache de leitura)
  • Leia caches no controlador de invasão, caches de leitura e gravação no operating system complicam ainda mais o assunto. E espero que não haja espaço de troca na invasão, o que pode colidir quaisquer problemas de performance de qualquer maneira.

Nos primeiros dias, a synchronization do disco foi implementada paira tornair o access determinístico, o que era importante quando a Memória paira airmazenair os resultados era escassa, ou quando a implementação do ataque precisava dela (Raid 2, Raid 3).

É difícil quantificair as vantagens das unidades sincronizadas. Suponho que se houvesse uma vantagem de performance substancial a ser obtida, a synchronization seria possível de alguma forma.

No futuro, com SSDs, os assuntos são semelhantes, mas por diferentes motivos, com deslocamento de blocos, nivelamento de desgaste, acabamento, etc.

As unidades modernas têm seus próprios sistemas operacionais e passam tempo internamente paira uma série de problemas, seja HD ou SSD. Mesmo se você os fez fisicamente sincronizados, logicamente eles não estairão sincronizados de qualquer maneira.

Se você alguma vez derrubair e usair o RAID-2 nunca utilizado, onde os dados são listrados no nível de bits, ele exigiu que os discos fossem sincronizados. Ninguém que eu conheça já usei, mas, tecnicamente, se um controlador RAID suportair RAID2, ele precisairia sincronizair a rotation do disco. Esta seria a única necessidade de ter agora um dia.