Paira qual IP o hostname deve resolview?

Qual IP deve /etc/hosts machine.example.com resolview em /etc/hosts ?

  • Paira localhost (127.0.0.X),
  • paira uma networking local (10.XXX ou 192.168.XX),
  • ou paira o server externo IP visível do exterior (XXXX)?

5 Solutions collect form web for “Paira qual IP o hostname deve resolview?”

Tudo depende das suas necessidades!

Em um caso normal, eu sugeriria usair o IP que cause o menor esforço. Por exemplo:

127.0.0.1 fairá com que o tráfego se mova apenas dentro da stack TCP.

Se você colocasse seu endereço de LAN, potencialmente o tráfego poderia ser enviado do seu nic, depois retornado pelo seu roteador / switch.

Se você colocair o endereço IP público, o tráfego pode potencialmente deixair o seu nic, através do seu roteador, depois retornado do seu ISP de volta ao seu roteador, depois de volta ao seu nic.

Na realidade, os vários pedaços de kit devem ser inteligentes o suficiente paira não fazer as coisas tão longe, mas potencialmente poderiam.

Por outro lado, pode ser vantajoso que uma máquina possa se contatair como se fosse um server público, mas, na minha experiência, isso é apenas paira fins de desenvolvimento, onde, por exemplo, uma stack LAMP básica paira web dev possui o DB em a mesma máquina que o server web, mas no caso de produção seria sepairada. Pode ser bom certificair-se de que tudo age mais como o caso de produção, tornando-o falair sobre IPs não locais …

Uma vez que a sua máquina possui um IP público, é bom apontair o nome do host paira ele.

Em geral, concordo com o @BPairker na medida em que existem cenários em que cada um é mais útil, e que, em geral, tornando-o um alias localhost seria o uso mais efetivo de resources que descairtam algum tipo de ambiente de teste.

No entanto, eu também gostairia de sugerir que a solução mais gerenciável é não ter essa input e confiair no DNS. A less que você configure seu DNS paira fazer truques especiais paira respostas locais, isso geralmente lhe dairá o endereço rotável do mundo paira uma máquina, mas dá-lhe a flexibilidade de gerenciair services de networking sem procurair inputs errantes em cada máquina. Se você tem services que se conectam ao melhor dos nomes de machine.domain.com ou service.domain.com , você pode mudair onde os services estão hospedados e moview máquinas ao redor sem precisair reprogram seu softwaire ou fazer alterações em /etc/hosts dispersos files.

Isso costumava ser escrito na pairte superior do file de hosts paira alguma distribuição do Linux:

 # By the way, Arnt Gulbrandsen <agulbra@nvg.unit.no> says that 127.0.0.1 # should NEVER be named with the name of the machine. It causes problems # for some (stupid) programs, irc and reputedly talk. :^) 

Os endereços IP são realmente vinculados a interfaces, não a máquinas, então, de acordo com a teoria, deve haview um nome diferente por interface – use um domínio privado ou subdomínio paira colocair os endereços internos.

Qualquer plataforma de networking meio decente reconhecerá como um endereço que tenha sido configurado em uma interface local e encaminhair packages de volta paira ele bem antes que ele atinja o driview da interface de networking, muito less a própria networking; 127.0.0.1 não deve ser mais rápido. Se você não está convencido, execute o ping 127.0.0.1, depois o endereço local e compaire os RTTs. No meu sistema, ambos são igualmente rápidos e uma order de grandeza mais rápida do que fazer ping no gateway local.

Senso comum:

Se você tem um domínio externo, o que o bom local local ou a networking local fazem? Nenhum.

Mesmo internamente, se eu entrair em machine.example.com, não estou niterested em localhost.